Convergência Janeiro 2017

capa convergencia2017

Alegria e paz

Iniciemos felizes e em paz o ano de 2017, celebrando e agradecendo a Deus por pertencermos a este tempo e a este espaço, fazendo parte da história e fazendo história. Na Laudato Si’, o Papa Francisco ensina que paz é muito mais que ausência de guerra, e afirma: “a paz interior das pessoas tem muito a ver com o cuidado da ecologia e com o bem comum, porque, autenticamente vivida, se reflete num equilibrado estilo de vida aliado com a capacidade de admiração que leva à profundidade da vida”.

Na seção Rosto de Misericórdia, Zelia Castilho afina-se com o Papa e expressa: “Louvado sejas, meu Senhor, pelos irmãos que abraçam com reverência a Mãe-Terra, nossa casa comum, fraterna e sororalmente celebrada. E com o coração, nela não enxergam a fonte da riqueza perversa, origem da exploração de poucos sobre tantos e tantos deserdados”.

A seção Mártires/Santos traz a breve biografia de Nhá Chica: “Foi toda do Senhor. Se dava bem com os pobres, ricos e com os mais necessitados. Atendia a todos os que a procuravam, sem discriminar ninguém, e para todos tinha uma palavra de conforto, um conselho ou uma promessa de oração”.

Você e sua instituição conhecem o Modelo de Intervenção Global em Sexologia (MIGS)? Jurema Maria Berti nos apresenta na seção Informes:

“O MIGS propõe métodos de intervenção educativos e terapêuticos que podem adaptar-se a muitas áreas das ciências humanas (medicina, psicologia, sexologia, ciência sociais, pastoral, teologia, filosofia, pedagogia, educação etc.)”.

Também nos Informes, Irmã Ideneide do Rego narra sua experiência de intercongregacionalidade no Haiti. “Sou grata a Deus por participar desta experiência da Comunidade Intercongregacional no Haiti, coordenada pela CRB (Conferência dos Religiosos do Brasil e CNBB – Conferência Chaves de compreensão “deste momento triste para o brasileiro” (Papa Francisco)

Clemente Ivo Juliatto apresenta o texto “A educação nas escolas católicas”. Ele explica: “o presente artigo aborda aspectos relativos à educação oferecida nas escolas católicas, a maior parte delas mantidas por congregações religiosas. Relembra o que se entende por educação e observa algumas características das escolas. Fala sobre o carisma cristão na educação confessional católica e sobre as intenções que orientaram a fundação dessas escolas no passado. Trata de aspectos da espiritualidade, ou do cultivo do espírito, que as congregações ainda acham válidos e que não podem ser descuidados na educação que oferecem. Finalmente, aborda aspectos relativos à qualidade da educação e dos estabelecimentos educacionais”.

Por fim, o Irmão Ignácio Lúcio Weschenfelder escreve sobre o Documento Identidade e missão do Religioso Irmão na Igreja, com o texto: “‘E todos vocês são irmãos’ (Mt 23,8) – Alguns destaques de um importante documento”.

O autor esclarece: “Uma leitura atenta deste documento permite identificar valores expressos com clareza sobre a Vida Consagrada de Irmãos. Esses valores desvendam a identidade do Irmão como leigo e membro profundamente integrado na vida da Igreja. Nele se manifesta e expressa, da maneira mais genuína, o seguimento de Jesus Cristo”.

Irmão Lauro Daros, marista