“Dia de jejum e oração pelo Brasil"


"Eu vi, eu vi a aflição de meu povo, ouvi os seus clamores, conheço seus sofrimentos. Desci para livrá-los e fazê-los subir para uma terra fértil e espaçosa, uma terra onde mana leite e mel (Ex 3,7-8).

Considerando o grave momento vivido pelo país, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) convoca a Igreja para um “Dia de jejum e oração pelo Brasil”. O dia proposto é 7 de setembro, data que marca a Independência do Brasil A Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), integrante do povo de Deus, une-se a iniciativa da CNBB para somar forças neste momento de crise econômica, política e ética em que vivemos.

Inspirados pelo texto o Êxodo, como religiosos e religiosas, estamos atentos aos clamores do povo, conhecemos os seus sofrimentos e não podemos ficar indiferentes. Por isso, aderimos ao “Dia de jejum e oração pelo Brasil”, solicitando que as comunidades religiosas divulguem e assumam esta iniciativa.

O “Dia de jejum e oração pelo Brasil” é uma oportunidade para fortalecer a integração entre mística e profecia. É um convite para caminhar de olhos abertos, ouvidos atentos, coração ardente e pés peregrinos com todos os brasileiros e brasileiras que querem uma mudança profunda nos rumos da nação. Não podemos continuar alimentando a violência, a corrupção e a desesperança que assola o nosso país e põe em risco o futuro das novas gerações.

Intensifiquemos a oração nessa “Semana da Pátria” e participemos, quanto possível, do “Grito dos Excluídos” iniciativa fortalecida por tantas organizações e grupos em todo o país.

Neste ano somos agraciados pela celebração dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida. Com fé e esperança, por intercessão da Virgem de Aparecida, pedimos ao Deus da vida que nos ilumine para caminhar rumo a um Brasil melhor, com mais ética, uma política com mais transparência, com menor desigualdade social e onde todos, particularmente os pobres e excluídos, possam viver com dignidade e realizar os seus sonhos.

Convidamos a todos os religiosos e religiosas a dirigir a sua oração a Deus e oferecer o seu jejum, pedindo a paz, o perdão e a reconciliação de nossa nação.

Brasília, 01 de setembro de 2017
Ir. Maria Inês Vieira Ribeiro, mad
e Diretoria da CRB Nacional